Priscila Palazzo Responde: Melasma (manchas na pele)

17 DE fevereiro DE 2016

No #PriscilaPalazzoResponde dessa quarta falamos um pouco sobre o Melasma (manchas na pele) que incomodam muito.

Como recebemos muitas perguntas sobre esse tema, resolvemos falar mais sobre os tratamentos indicados.

O que é Melasma?

Melasma é o surgimento de manchas escuras na pele, que normalmente aparecem no rosto, mas pode ocorrer em outras áreas expostas ao sol, como braços e colo. É mais comum em mulheres entre os 20 e 50 anos, porém também pode afetar os homens.

42-26061836_chapeau2O que causa o Melasma?

São diversos os fatores que podem desencadear o surgimento do melasma (manchas na pele), dentre eles:

  1. Exposição ao sol, pois a luz ultravioleta estimula os melanócitos (que produzem os pigmentos de cor da pele, a melanina). Apenas uma pequena quantidade de exposição solar pode fazer com que o melasma retorne, mesmo em uma pessoa que já o tratou anteriormente, e essa é uma das principais razões de porque os casos aumentam no verão.
  2. Mudanças hormonais causadas pela gravidez, uso de pílulas anticoncepcionais ou repositores hormonais, além das endocrinopatias, como as doenças da tireóide.
  3. Produtos cosméticos para o tratamento da pele que acabam por irritá-la podem piorar os episódios de melasma.

 

Quais são os tratamentos aqui na Estética Priscila Palazzo que são adequados para o Melasma?

Temos um tratamento específico para manchas a base de cosméticos específicos, luz de led e intradermoterapia (injeções locais de ácido transnexamico) O foco é inibir a tirosinase (produção de melanina).

Com esse tipo de tratamento vamos renovar, revitalizar e hidratar a sua pele, para que dê uma maior viscosidade e luminosidade.
O uso dos cosméticos home-care é imprescindível nesse tratamento. Nossas indicações são específicas caso a caso. É necessário tempo para estabilizar a condição e impedir que a mínima exposição ao sol traga os sintomas de volta. Em alguns casos utilizamos um laser ND:yag. Não ablativo.

É importante salientar que o tratamento de melasma não pode ser realizado com técnicas ablativas ou ácidos que provoque uma descamação significativa, visto que o mecanismo de defesa faz com que a paciente tenha um efeito rebote muito pior do que o início do tratamento.

É muito normal receber pacientes que se submeteram a técnicas como CO2 fraccionado relatando melhora imediata e após 1 a 2 meses uma piora absurda.

Assim também vemos alguns casos com a hidroquinona. A resposta pó inflamatória para o melasma é muito negativa, então optamos por um protocolo seguro. Salientamos que tratamento de melasma não é do dia pra noite e o mesmo pode durar até um ano para o resultado esperado, e a manutenção é pelo resto da vida, visto que a patologia não tem cura e tratamos apenas os efeitos colaterais. Uma vez que a paciente descuida de sua pele ele volta a ressurgir.

Você tem alguma dúvida sobre nossos procedimentos?

Envie sua pergunta abaixo. Escolheremos um tema para falar toda quarta-feira.

Compartilhe nas redes sociais

Tags: , , ,